Home BlogEnvelhecimento Divórcio, Antidepressivos, Ganho ou Perda de Peso Podem Acrescentar Anos À Face
Divórcio, antidepressivos, ganho ou perda de peso podem acrescentar anos à face

Divórcio, Antidepressivos, Ganho ou Perda de Peso Podem Acrescentar Anos À Face

por Dra. Marcela Scarpa

Um estudo envolvendo gêmeos idênticos sugere, que além da genética, outros fatores podem acrescentar anos à aparência. Os resultados (publicados em 2009 na “Plastic and Reconstructive Surgery” –   revista médica oficial da Sociedade Americana de Cirurgiões Plásticos, ASPS) revelam que situações de estresse, como o divórcio e uso de antidepressivos, são causadoras de envelhecimento precoce da face.

Divórcio, antidepressivos, ganho ou perda de peso podem acrescentar anos à face

Segundo o cirurgião Dr. Bahaman Guyron, associado da ASPS e autor do estudo, a herança genética de uma pessoa pode inicialmente dizer como ela envelhecerá, mas quando outros fatores da vida são acrescentados, esse processo pode ser acelerado. Neste estudo foi analisado um grupo de gêmeos idênticos, que são geneticamente programados para envelhecer exatamente da mesma forma.

Os resultados mostraram diferenças de envelhecimento visualmente perceptíveis entre os irmãos, sendo que, os gêmeos que passaram por um processo de divórcio aparentavam ser quase dois anos mais velhos do que os seus irmãos casados, solteiros ou até viúvos. O mesmo efeito se deu com aqueles que faziam uso de antidepressivos.

Divórcio, antidepressivos, ganho ou perda de peso podem acrescentar anos à face

A variação do peso corporal também resultou em uma aparência mais envelhecida. No conjunto de gêmeos com menos de 40 anos, o irmão mais pesado foi percebido como mais velho. Já naqueles com mais de 40 anos, o gêmeo mais pesado foi avaliado como mais jovem.

O autor da pesquisa tenta buscar algumas explicações acerca dos resultados alcançados, sendo elas:

  • Estresse

O Estresse do divórcio poderia ser um dos motivos para que os gêmeos parecessem mais velhos.

  • Ganho e perda peso

Os pesquisadores observaram efeitos nocivos à aparência quando uma pessoa ganha ou perde quantidades anormais de peso.

  • Antidepressivos

Devido sua ação relaxante contínua dos músculos faciais, os antidepressivos poderiam explicar a flacidez.

  • Genética

Indivíduos com pele branca tendem a apresentar os sinais de envelhecimento mais precocemente do que os indivíduos de pele morena ou negra. Isso acontece por uma pré-disposição genética, que influencia o processo de envelhecimento.

Leia mais sobre isso nos links:

A pesquisa dá créditos ainda ao ramo da cirurgia plástica, que oferece alternativas para recuperar uma aparência mais jovial com diferentes procedimentos:

O Preenchimento Facial

É um dos procedimentos mais procurados. Consiste em aplicar determinadas substâncias no subcutâneo da pele, tratando rugas ou depressões. É indicado para quem quer uma aparência mais jovial, recuperando os contornos faciais.

Saiba mais como funciona o Preenchimento Facial aqui.

O Lifting frontal

É a cirurgia indicada para melhorar o aspecto da região frontal do rosto, com suavização das rugas profundas da pele da testa e ao redor dos olhos. Resulta em uma aparência mais jovem e menos cansada.

Conheça mais sobre essa cirurgia aqui.

A Blefaroplastia

A Blefaroplastia é a cirurgia que trata o excesso de pele das pálpebras e reduz as bolsas de gordura à sua volta, melhorando o semblante de cansado ou envelhecido.

Quer saber mais sobre o procedimento, clique aqui.

A Ritidoplastia (Lifting Facial)

É o procedimento cirúrgico que visa melhorar sinais do envelhecimento no rosto e no pescoço. Trata a perda do tônus no terço inferior da face, flacidez cutânea e excesso de gordura sobre o queixo ou mandíbula.

Para mais informações, clique aqui.

Podemos assim concluir pelo estudo que, além da pré-disposição genética, fatores como estresse, uso de medicamentos e a falta de controle sobre o peso também interferem na maneira como envelhecemos. A Cirurgia Plástica oferece opções para o tratamento desses sinais mas, para isso, é importante sempre consultar um profissional qualificado para que ele oriente as melhores formas de alcançar os resultados que procura.

VEJA TAMBÉM

Este site utiliza cookies. Ao continuar a navegar no site, você concorda com o uso de cookies. OK