Home BlogProcedimentos Não-Cirúrgicos Toxina Botulínica Pode Ser Muito Eficiente No Tratamento de Enxaqueca
Toxina Botulínica pode ser muito eficiente no tratamento de enxaqueca

Toxina Botulínica Pode Ser Muito Eficiente No Tratamento de Enxaqueca

por Dra. Marcela Scarpa

De acordo com pesquisadores, a Toxina Botulínica pode ajudar a reduzir a frequência de crises crônicas de enxaqueca.

Quem já passou, ou passa por crises de enxaqueca, sabe o quanto esse problema afeta a vida no cotidiano.

Definida como uma dor de cabeça recorrente, que pode surgir acompanhada de náuseasvômitossensibilidade à luz e sons altos, a enxaqueca acomete atualmente 20% do público feminino e de 5 a 10% da população masculina, segundo dados apresentados pela Sociedade Brasileira de Cefaléia.

Apesar de existirem várias formas de tratamento, estudos recentes encontraram evidências sobre a eficácia da Toxina Botulínica no tratamento da enxaqueca crônica.

O estudo divulgado no periódico médico Plastic and Reconstructive Surgery ®, mostrou que, quando comparada ao placebo, o tratamento com Toxina Botulínica diminuiu em 1.6 as crises mensais de enxaqueca.

A partir da metanálises de ensaios clínicos, a Toxina Botulínica mostrou-se superior ao placebo no tratamento preventivo da enxaqueca.

Para o professor Benoit Chaput, MD, PHD do Hospital Universitário Rangueil, Toulouse na França e seus colegas pesquisadores:

 “A toxina botulínica é um tratamento seguro e eficiente, que deve ser discutido com os pacientes acometidos por enxaqueca. ”

Evidencia demonstra a eficácia da Toxina Botulínica

Toxina Botulínica pode ser muito eficiente no tratamento de enxaqueca

Em 2010, a agência reguladora de drogas e alimentos dos EUA (FDA) aprovou a utilização da Toxina Botulínica para o tratamento de enxaquecas. Desde então, o método passou a beneficiar um número cada vez maior de pacientes.

Para comprovar a eficácia da terapia, o Professor Chaput e seus colegas analisaram os resultados de 17 ensaios clínicos anteriores, que comparavam a ação da Toxina Botulínica e do placebo no tratamento preventivo de cefaleias crônicas.

Ao todo, 3650 pacientes participaram de 17 ensaios clínicos analisados pelos pesquisadores. Desses pacientes, 1550 sofriam de enxaqueca crônicas – com pelo menos 15 crises mensais ao longo de 3 meses. Já os pacientes restantes apresentavam episódios menos frequentes de dor de cabeça.

Resultados

Três meses após a aplicação, os pacientes tratados com toxina botulínica apresentaram em média, 1,6 menos crises mensais do que aqueles tratados com placebo.

A melhora foi significativamente observada durante os 2 meses seguintes ao tratamento. Devemos lembrar que a ação da toxina é temporária e, para um resultado prolongado, a toxina deve ser reaplicada periodicamente.

Toxina Botulínica pode ser muito eficiente no tratamento de enxaqueca

Durante a análise, também constatou-se uma “tendência” de efeito positivo no grupo de pacientes com dores de cabeça menos intensas. A toxina aparentemente diminuiu a frequência dos episódios.

Apesar da Toxina Botulínica apresentar mais reações adversas do que o placebo, nenhuma delas mostrou-se severa ou suficiente para interromper o tratamento.

Qualidade de vida

A análise dos dados mostrou também uma melhora significativa na qualidade de vida dos pacientes tratados com Toxina Botulínica. A melhora foi proporcional à redução dos sintomas de depressão:

Ao reduzir os impactos da enxaqueca, também minimizamos os sintomas da depressão e da ansiedade ”, dizem os pesquisadores.

Toxina Botulínica pode ser muito eficiente no tratamento de enxaqueca

Assim, a Toxina Botulínica do tipo A (BTX-A) apresenta-se como uma solução minimamente invasiva e eficaz no tratamento de dor crônica muscular e neuropática.

Para saber mais sobre a Toxina Botulínica leia: Perguntas e respostas – Toxina Botulínica

Achou interessante o artigo? Deixe nos comentários, e envie para um amigo que sofre com crises de enxaqueca.

Referência

Eva Bruloy, Raphael Sinna, Jean-Louis Grolleau, Apolline Bout-Roumazeilles, Emilie Berard, Benoit Chaput. Botulinum Toxin versus PlaceboPlastic and Reconstructive Surgery, 2019; 143 (1): 239 DOI: 10.1097/PRS.0000000000005111

Wolters Kluwer Health. Botulinum toxin reduces chronic migraine attacks, compared to placebo. ScienceDaily. ScienceDaily, 3 January 2019.

VEJA TAMBÉM

Este site utiliza cookies. Ao continuar a navegar no site, você concorda com o uso de cookies. OK